Pacotes automatizados nos repositórios do blog

Antes do blog ser criado, eu me perguntava se não era possível automatizar algumas instalações de pacotes para que o usuário iniciante não precisasse utilizar o terminal, e após ler um pouco sobre o Manjaro e o Arch, descobri que era possível sim.

Quando criamos o repositório do blog no intuito de melhorar a experiência do usuário ao utilizar o Manjaro, isso me voltou no pensamento, mas, primeiramente fiz tudo do modo tradicional. Após alguns dias da criação e liberação do repositório do blog ao publico, notei que o método tradicional de adicionar um repositório ao sistema acabava trazendo alguns erros para usuários menos experientes com o processo.

Foi nesse momento que resolvemos criar o pacote que faz todo o processo automaticamente para o usuário, e assim trazendo a melhor experiência para qual o repositório foi pensado (melhorar os primeiros contatos com o Manjaro). Lembrando que as fontes dos pacotes disponibilizados pelo blog, estão em nosso gitlab para que sejam verificadas.

Dito tudo o que está acima, informamos que estaremos construindo/atualizando alguns pacotes com essa automatização, veja dois exemplos abaixo.

TeamViewer

O TeamViewer é um programa que você sempre encontra pessoas comentando que ele não funciona corretamente no Manjaro, isso porque é preciso utilizar dois comandos após a sua instalação. Com a automação, o usuário só precisará instalar e utilizar o programa, com os comandos sendo feitos durante a instalação.

Nós já testamos o pacote automatizado do TeamViewer, e o pacote funciona perfeitamente após sua instalação. Também foi adicionado a automação na hora da desinstalação, revertendo os comandos utilizados durante a instalação.

Warsaw

O warsaw é outro pacote que muitos usuários instalam e esquecem de colocar para iniciar junto com o sistema, com isso após reiniciar o sistema o  banco não vai encontrar o serviço do warsaw ativo, e o usuário acaba achando que o pacote não funciona corretamente.

Nós já utilizamos essa automação na hora que o usuário faz a desinstalação, ao desinstalar o serviço do warsaw é parado, removido da inicialização, também é matado o serviço em execução, e por fim removido as sobras do pacote que ainda estiverem no sistema.

 

Sabemos que alguns usuários não gostam que o serviço dos pacotes sejam colocados para iniciar automaticamente com o sistema, mas se essas pessoas sabem que o pacote está colocando o serviço para iniciar junto com o sistema, não será problema retira-los de lá. Já para um usuário que esteja iniciando no Manjaro, é bem mais difícil entender tudo isso logo no inicio, e com o tempo o usuário acaba aprendendo esses detalhes.

Com todas as informações acima, deixe nos comentários o que você acha sobre essa automação, lembrando que o foco dessa alteração são os usuários menos experientes, e não precisa comentar sobre filosofias de uma ou outra distribuição (já conhecemos elas).

 

 

 

 

Caso algum programa que você goste ainda não tenha uma versão para Manjaro, por favor, escreva nos comentários o nome do programa que iremos procurar por algum equivalente ou, se possível a portabilidade para Manjaro, entraremos em contato com desenvolvedores.

Por favor, não deixe de compartilhar nas redes sociais as publicações deste blog, pois nosso incentivo para produzir um conteúdo bacana é saber que estamos ajudando pessoas a conhecer cada vez mais as funcionalidades dessa maravilhosa distro Linux.

Facebook

Twitter

Google+

Canal no Telegram

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.